O Negócio

Missão: Alcançar o melhor resultado na produção de Kg de carne por hectare, através da melhoria contínua de seu rebanho.

O Negócio: Produzir animais de alto valor genético, disponibilizando ao mercado Touros e Novilhas CEIP, que representem a filosofia do nelore de ciclo curto.

 

Gestores:

organograma nelore

O alcance destas metas está fundamentado nos pilares que são o alicerce da produção:

  • Genética.
  • Sanidade.
  • Nutrição.
  • Gestão do negócio.

 

Para melhoria genética contínua seguimos rotineiramente os seguintes fundamentos básico:

  1. Matrizes:

Utilizamos a avaliação genética como principal fator de orientação em nosso processo seletivo, com base nestes resultados as matrizes são Classificadas por “Decas” de 1 a 10, como se a população fosse dividida em 10 partes iguais, onde as DECA 1 correspondem as 10% melhores fêmeas avaliadas.

Assim, utilizamos como matrizes do programa de seleção, as fêmeas situadas entre as DECAS 1 e 7. Fêmeas que serão inseminadas e repassadas por reprodutores Nelore Provados.

As matrizes ranqueadas entre as DECAS 8 e 9 , serão destinadas ao cruzamento industrial, portanto seus níveis produtivos serão compensados pela heterose.

As matrizes cuja avaliação às coloca entre as 10% piores do programa de avaliação genética, são sumariamente descartadas.

 

  1. Inseminação Artificial:

A fazenda Segredo utiliza intensamente a técnica da Inseminação artificial, contudo o critério de eleição dos reprodutores utilizados é o grande diferencial deste trabalho.

Utilizamos somente reprodutores provados, criteriosamente escolhidos entre os melhores do Mercado, através do seu Índice de seleção (ICIA) e com grandes diferenciais genéticos e fenotípicos a fim de contribuir com o trabalho realizado pela fazenda.

Os acasalamentos são realizados com base nas avaliações genéticas das matrizes, portanto individualmente, utilizando-se de software específico que pondera simultaneamente informações genéticas, fenotípicas e de parentesco, potencializando o Índice de seleção do produto (ICIA), controlando a consanguinidade e ainda otimizando características fenotípicas.

 

Etapas do processo produtivo:

1 – Pré-parto:

No estágio de pré-parto (20 dias antes) as vacas prenhes são transferidas para área de maternidade.

2 – Manejo de Maternidade:

Diariamente é feito a avaliação do lote de vacas na maternidade, com identificação e registro do processo de parto, onde são realizadas as seguintes operações: (identificação do produto através de tatuagem, identificação da mãe, cura do umbigo e pesagem).

3 – Acompanhamento do Nascimento à Desmama:

As vacas paridas são acompanhadas permanentemente para garantir o desenvolvimento ideal da cria. Após a formação dos lotes de manejo, as matrizes e seus produtos seguem para piquetes estruturados com creep-feeding, onde permanecem até a desmama, que ocorre entre o 6º e 8º mês de idade. Neste período inicia-se o protocolo sanitário dos bezerros com vacinação para Clostridiose, Febre aftosa e também vermifugação.

4 – Desmama:

Na desmama os bezerros (machos e fêmeas) são pesados em jejum e avaliados pela CIA de Melhoramentos, para as características de Conformação, Precocidade, Musculatura, Umbigo (C , P , M , U).

Neste momento faz-se o reforço do protocolo sanitário e uma vermifugação estratégica. Esta etapa é particularmente importante para a quantificação das competências maternais das matrizes do rebanho.

5 – Recria e Avaliação de Sobreano:

Após a desmama até aproximadamente 15 meses de idade, os animais são mantidos na estrutura de grupos contemporâneos, desfrutando sempre das mesmas condições ambientais, até a avaliação de sobreano.

Após o período de recria, realiza-se a avaliação de sobreano, neste momento mensura-se a performance do animal após o período mais crítico da pecuária, justamente o período pós desmama.

Além das características de carcaça (CPMU) e de crescimento (peso), neste momento acrescentam-se às medidas de Perímetro Escrotal (PE) para os machos e a avaliação de Temperamento (T), todas as medições são realizadas pela equipe técnica da CIA de Melhoramento.

6 – Certificação:

Todo o conjunto de informações é consistenciado e depois adicionado ao banco central de dados, assim as informações da Fazenda Segredo são consideradas dentro de um universo muito maior e mais representativa, o banco de dados da CIA de Melhoramento.

Estas informações são estatisticamente tratadas e o valor genético dos animais é estimado e expresso na forma de DEP’s. A CIA de Melhoramento desenvolveu uma ponderação inteligente para as características avaliadas, o seu índice de seleção, o ICIA. Todos os animais avaliados são ranqueados pelo índice de seleção.

Aos 20% melhores indivíduos de cada safra, os candidatos ao CEIP – Certificado Especial de Identificação e Produção, realiza-se a inspeção fenotípica para Raça, Aprumos e Harmonia (RAH) e aqueles aprovados são então marcados com o símbolo da CIA e recebem o CEIP.

Este certificado é outorgado aos machos e fêmeas avaliados a cada safra.

Os machos “ceipados” aptos para reprodução (segundo o exame andrológico) são comercializados ou utilizados na fazenda.

Das fêmeas que recebem o CEIP, 10% são comercializadas prenhes e o restante fica na fazenda para reposição de matrizes.

As novilhas entre 14 e 17 meses de idade entram numa estação de monta de outono por 60 dias, desafiando sua precocidade sexual – o que chamamos de desafio. Aquelas que emprenharem no desafio são identificadas como novilhas sexualmente precoces.

As demais novilhas, entre os 20 e 24 meses de idade, entram para a estação de monta normal juntamente com as demais matrizes do rebanho.

 

7 – Engorda:

Os animais de engorda, com os devidos tratamentos sanitários, permanecem em pastagens com suplementação até atingirem o peso de abate antes dos 24 meses. Os animais mais tardios são confinados por no máximo 70 dias para terminação, e também são abatidos dentro dos 24 meses.

C. Portfólio de Produtos:

Genética

– Reprodutores CEIP de alto valor genético.

– Novilhas CEIP e novilhas CEIP precoces.

Produção

– Garrotes nelore de alto valor genético, destinados a engorda.

– Bezerros meio sangue de alto desempenho para as características de GPD e precocidade de terminação destinados a engorda.

– Animais prontos para o abate.

Reprodução

– Novilhas com prenhez comprovada nelore ou cruzamento industrial.

– Novilhas receptoras de embriões (1/2 sangue angus).

– Novilhas 1/2 sangue angus com prenhez positiva(produto tricross).

Veja esses e outros produtos em nossa galeria.